Foto: Jose Fernando Ogura/AEN

Curitiba registrou o primeiro caso da variante Delta do coronavírus. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), após o resultado da amostra analisada pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) através de um protocolo molecular de pesquisa para mutações que comprovou características sugerindo a nova variante indiana. Em seguida, a  amostra foi enviada para a Fiocruz, no Rio de Janeiro, para a realização do sequenciamento genético e a confirmação.

Ainda, segundo a SMS, a paciente é uma gestante, de 24 anos, que está no segundo trimestre da gestação e não tem nenhum histórico de viagens recentes. Ela já se recuperou da Covid-19 e passa bem.

“A paciente apresentou febre, cefaleia e tosse”, explicou a médica infectologista da SMS, Marion Burger. “Foi coletada amostra respiratória no dia 22 de junho com resultado positivo, e ela evoluiu bem clinicamente”, informou.  

De acordo com a médica, a Vigilância Epidemiológica do município realizará uma avaliação em relação aos contatos da paciente, para levantar dados sobre a cadeia de transmissão. “Precisamos averiguar o contexto epidemiológico”, explicou.

Segundo as autoridades de saúde, independentemente da cepa do vírus ou linhagem, as medidas de prevenção e métodos de diagnóstico e tratamento da covid-19 seguem os mesmos. Sendo assim, não há alteração nas medidas sanitárias já adotadas, como uso de máscaras e álcool em gel, lavagem das mãos e distanciamento social.

Da Redação do Estado do Paraná com Assessoria