Durante a sessão plenária desta segunda-feira, a parlamentar ponta-grossense cobrou o cumprimento, pelo Estado do Paraná, da Lei que prioriza vacinação de lactantes em todo o país.

A deputada Mabel Canto (PSC) cobrou nesta segunda-feira (09), durante a sessão plenária da Assembleia Legislativa do Paraná, o cumprimento da Lei Federal n.º 14.190/2021, que prioriza a vacinação das lactantes em todo Brasil, independentemente da idade do lactante. A lei garante ainda a imunização de gestantes, puérperas, bem como, de crianças e adolescentes com deficiência permanente, com comorbidade ou privados de liberdade.

Segundo a parlamentar, em contato com servidores da SESA, foi informado que o Ministério da Saúde ainda não teria enviado ao Paraná as doses de vacinas suficientes para imunização das lactantes do Estado e dos demais grupos estabelecidos pela Lei 14.190/2021.

“A vacinação já está acontecendo em outros Estados, entretanto, no Paraná ainda não. Por isso, devemos reivindicar à SESA que trate diretamente sobre o assunto com o Ministério da Saúde, para que sejam enviadas imediatamente as doses necessárias para as nossas lactantes do Estado. É uma vacinação necessária, principalmente porque vale por duas. Vacina a mãe e vacina também o bebê”, disse Mabel Canto.